RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Reviews - Agosto 2017 (I)

Wake Up (Jeniffer Saran)
(2017, Tarpan Records)
Jennifer Saran é uma artista muito prolífica. Depois da sua estreia discográfica com um disco de Natal, Merry Christmas You Are Loved (2015), lançou Walk With Me em 2016 e já tem um novo álbum no mercado. Intitulado Wake Up, a cantora americana radicada em Hong Kong volta a trabalhar com conceituado Narada Michael Walden para apresentar 15 temas onde junta versões dos seus artistas preferidos (Patty Page, Doris Day, Bill Withers e George Michael) a um conjunto de originais de pop alternativo e música adulta contemporânea. Destaque para as colaborações do grupo coral sul-africano, Ladysmith Black Mambazo e do lendário Carlos Santana. (4.7/6)


From Zero (Indubious)
(2017, Righteous Sound Productions)
Com um assinalável desempenho instrumental, harmonias interessantes e muita presença em palco, os Indubious, banda dos irmãos Evton e Skid, sedeada em Southern Oregon, são, atualmente, um dos nomes mais referenciados no moderno reggae. Depois de dois álbuns lançados, onde se inclui o largamente aclamado Wake The Lion, From Zero, é o seu mais recente trabalho e aqui conta com uma série de convidados de renome no meio. From Zero é uma consciente mistura de dancehall e roots reggae com uma produção de topo, com a edição a cargo da sua própria editora. (3.5/6)


Favourite Ghost (Tomara)
(2017, Independente)
Filipe Monteiro é Tomara – e com esta denominação assina o seu trabalho primeiro, Favourite Ghost. Assume todos os instrumentos, chama um ensemble de cordas e alguns sopros e cria um disco intimista, envolvente, de fino recorte e com sensualidade. Claramente os temas vocalizados são mais consistentes, com mais musicalidade, ficando os instrumentais com uma maior dose de individualismo e experimentalismo. Fica a subtileza e a beleza de um disco adequado para fãs de Rodrigo Leão, António Zambujo, David Fonseca ou Rita Redshoes.  (4.5/6)


Sun (The Two Romans)
(2017, Independente)

Da Suíça chega-nos este coletivo liderado pelos irmãos Zannella – os irmãos romanos, porque nasceram… em Roma – os The Two Romans! Sun, o seu mais recente EP apresenta cinco temas de rock alternativo sólido com raízes no folk e melodias facilmente cantaroláveis. O coletivo tem vindo a desenvolver a sua sonoridade apostando em ritmos refrescantes, que fazem bater o pé, em canções que fazem da simplicidade a sua forma principal e que piscam claramente o olho ao pop rock atual que preenchem as playlists das rádios mais mediáticas. (4.6/6)

Comentários