RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Black EP (Dead Behind The Scenes)

Black EP (Dead Behind The Scenes)
(2016, Independente)
(6.0/6)

Depois de White EP, os italianos Dead Behind The Scenes querem mostrar o seu lado mais obscuro e aí estão eles com o Black EP. Obscuridade ou claridade à parte, o que volta a ser notório neste registo de seis temas (mais um que na versão branca) é uma enorme capacidade criativa, uma enorme genialidade para criar canções rock, um talento incomensurável, uma entrega desmedida. Black EP, à semelhança do seu antecessor, é simplesmente fantástico e com uma originalidade e personalidade a toda à prova. Arriscamos afirmar que aquilo que os Dead Behind The Scenes hoje fazem não é feito por mais ninguém, a não ser, eventualmente, os Muse. Para além de toda a qualidade e de mais um conjunto de temas memoráveis, desta vez, os italianos surpreendem, quanto a nós em dois momentos: a curta peça sinfónica instrumental Etius e o final com A. T. M. (All These Memories) com um início sintetizado que remete para a introdução de Crystal Logic dos Manilla Road (mesmo que estilisticamente situados em polos completamente opostos) e que acaba por navegar por ondas prog rock/space rock seventy. O resto, já conhecem: é do melhor rock (chamem-lhe alternativo se quiserem) que se tem produzido no velho continente nos últimos anos.

Tracklist:
1.      Empty Skies
2.      Living On My Own
3.      Etius
4.      Mr. Paranoia
5.      Another Valentine
6.      A. T. M. (All These Memories)

Line-up:
Dave Bossetti – vocais e guitarras
Marco Tedeschi – guitarras
Lorenzo Di Blasi – teclados, piano
Valerio Romano – baixo
Chris Lusetti – bateria

Internet:

Comentários