RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Dance Of Life And Death/Shine (Avi Rosenfeld)

Dance Of Life And Death (Avi Rosenfeld)
(2016, Independente)
(6.0/6)





Shine (Avi Rosenfeld)
(2016, Independente)
(6.0/6)

O músico israelita Avi Rosenfeld é uma autêntica fábrica de produzir música – e da boa! Este ano já são três álbuns. O primeiro aqui comentado foi Very Heepy Very Purple V numa linha hard rock; agora surgem Dance Of Life And Death e Shine, ambos mais orientados para o rock clássico. Ambos estes discos, apesar de lançados este ano, já estavam gravados há dois anos e, mais uma vez, contam com diversas colaborações de músicos de todo o mundo, desconhecidos, é certo, mas de grande qualidade e talento. No fundo, estes dois álbuns lançados em separado têm um denominador comum o que os poderia perfeitamente colocar num mesmo lançamento em formato duplo. A base acústica está muito presente em temas de rock clássico que, muitas vezes, enveredam por ritmos mais funky. Mais raramente surgem incursões pelo tango, pelo blues, pelo folk, pelo gypsy e até por sonoridades étnicas orientais. Também nesse aspeto merece realce a utilização da sua língua nativa em três temas. A riqueza estilística só é comparada à riqueza em termos de recursos sendo frequente a utilização de hammond e outros órgãos-anos-60, saxofone, violino, flauta, acordeão. No geral, os dois discos são de uma enorme qualidade e classe, mas há alguns temas que, naturalmente, se destacam pela sua magia. Em Dance Of Life And Death destacaríamos o swing e groove de Stand By e Dance Dance Dance com os sucessivos diálogos entre os solos de guitarra elétrica e o hammond; o trabalho de piano de enorme sensibilidade melódica de Sorry; e o tango do tema título. Quanto a Shine, salientam-se os ritmos folk/étnicos/gypsy de Shine e Chikidim; a sensacional balada Waiting On The Line; o rico e exuberante instrumental Dadan Karambolo; e, principalmente, toda a sensualidade parisiense transportada por um ritmo apaixonante, um acordeão encantado e uma voz feminina mágica (cortesia de Roselyne Haye) em Dan Le Rue De Paris. Estes dois discos são, respetivamente, o 28º e 29º álbum da carreira de Avi Rosenfeld. Claramente, um músico que sabe como ninguém compor grandes canções que, depois, são enriquecidas pela classe dos seus convidados. E sempre sem limite às suas criações. Seja hard rock, rock ou outra coisa qualquer, o nível atingido é sempre elevado.

Tracklist Dance Of Life And Death:
1.      Never Thought I’ll Ever Meet You
2.      Stand By
3.      Moonlight
4.      Dance Dance Dance
5.      Sorry
6.      Kshe Hainu Yeladim
7.      Stand Up
8.      Dance Of Life And Death
9.      She Came Down
10.  Mahar Ani Echtov

Tracklist Shine:
1.      You Gotta Be Mine
2.      Shine
3.      Perfect Pair
4.      I Think That You eel The Same
5.      Chikidim
6.      Waiting On The Line
7.      The Bird Eats The Worm
8.      Dadan Karambolo
9.      Dan Le Rue De Paris
10.  So Alone

Músicos envolvidos – Dance Of Life And Death:
Avi Rosenfeld – vocais, guitarras
Simon Lau, Anton Wannemakers, Fabien C., Dani Solís, Ian MacIntosh, Richard Ireland, Guy Maoz – baixo
Dean Wuksta, Tommaso Monopoli, Raul Rodriguez, Eyvind C, Mike Marnul, Rod Smith – bateria
Jeff Chalpan – guitarra solo
Pat Felitti, Pedro DF, Pedro Duenas, Lior Porat, Larry Magee – Hammond
Rob Murphy – guitarra acústica
George Plopper - Uprigth Bass
James Fraser – Bouzuki
Timmy Lai-Smith – piano
Maurizio Maggi – Mandola
Ne Monty - saxofone
Jesus Lopez – guitarra elétrica
Lino Muoio – bandolim

Músicos envolvidos – Shine:
Avi Rosenfeld – vocais, guitarras
Roselyne Haye - vocais
Anthony DiEgidio, Anton Wannemakers, Dani Solís, Ian MacIntosh, Slappy Holmes, Matias Carretti, George Plopper – baixo
Dean Wuksta, Tommaso Monopoli, Jay Carros, Rod Smith – bateria
Jeff Chalpan – guitarra solo
Pat Felitti, Ben Stein, Nick Poulis, Sam A. Simonsail – Hammond
Nir Shahal – flauta
Dimitri Sidoroff, Brent Godfrey - acordeão
Pascal Lopez, Elger van der Avoird, Marcelo Zallio – piano
William Stewart – violin
James Smith - violoncelo
Brad Dumbar, Tom Nigbor, Tim Dobson - saxofone
Joe Pearce – guitarra elétrica
Joseph Rodriguez – guitarra, bateria, baixo piano
Lino Muoio – bandolim

Internet:
Bandcamp   
Facebook   
Website     
Youtube   

Comentários