RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Blueside (Child)

Blueside (Child)
(2016, Kozmik Artifactz/Bilocation Records)
(5.3/6)

Depois da estreia homónima que causou um enorme burburinho no cenário do blues rock de cariz psicadélico, os Child estão de regresso com um disco aparentemente (pelo menos a atender pela capa) mais colorido. Mas não se fiem nessa belíssima capa: Blueside traz-nos mais cinco temas de blues rock enevoado, cheio de sujidade, psicadelismo e minimalistas passagens, que a espaços se transforma em stoner rock/doom. Quase sempre é o baixo a liderar as coisas, naquele estilo bass & drum, pelo menos até a guitarra se soltar para os seus solos longos e tortuosos. Blue Side Of The Collar foi o primeiro vídeo apresentado e é, efetivamente, o momento mais alto deste disco que fecha com um épico de cerca de onze minutos intitulado The Man. À semelhança do trabalho homónimo dos australianos, a sonoridade de Blueside é muito orgânica e altamente analógica o que lhe empresta uma tonalidade retro bastante acentuada. Ainda assim, o trio não consegue em nenhum destes novos temas atingir a genialidade atingida com a sua estreia.

Tracklist:
1.      Nailed To The Ceiling
2.      It’s Cruel To Be Kind
3.      Blue Side Of The Collar
4.      Dirty Woman
5.      The Man

Line-up:
Mathias – guitarras e vocais
Michael – bateria
Jayden –baixo

Internet:
Facebook   
Bandcamp   

Comentários